A
afirmação do texto intitulado Brasil avança, mas fica em 8º em ranking
de democracia na América Latina, de Albert Steinberger, de que mesmo
acontecendo, como no ano de 2012, momento em que o Brasil ostentou a
oitava posição - última entre os países considerados de desenvolvimento
democrático médio -, sua pontuação no índice subiu, passando de 4, 907
no ano passado para 5, 023 neste ano. Este foi o segundo ano seguido em
que o país permaneceu entre os de desenvolvimento médio, "consolidando
sua progressiva melhora". Elogiado no documento por ter sido o pioneiro
na criação de um sistema de urnas eletrônicas na região e por abrir as
contas do governo na internet, o Brasil foi um dos oito que apresentou
melhoras no índice absoluto. Ao analisar estas considerações, pode-se
ressaltar a predominância de algumas abordagens quando o assunto é a
posição do Brasil no ranking da democracia na América Latina. Escolha
dentre as abordagens abaixo aquela que possibilite um posicionamento
crítico e coerente sobre esta posição e elabore um parágrafo
argumentativo.

Abordagem: grau de focalização apresentado na análise de um determinado tema.



1

Respostas

2014-05-06T17:39:19-03:00
A abordagem que mais se encaixa é a histórica, porque o Brasil evoluiu sim nos últimos tempo,já houverem várias conquistas,o voto democrático, o direito ao voto conquistado pelas mulheres, a luta contra o trabalho escravo, enfim.Porém,se for comparado aos países mais desenvolvidos ainda necessita de um longo caminho para percorrer e muitas melhorias.A democratização é um processo demorado e que vem acontecendo no Brasil de forma efetiva,mesmo de forma lenta