Leia o texto a seguir. Cultura é uma preocupação contemporânea, bem viva nos tempos atuais. É uma preocupação em entender os muitos caminhos que conduziram os grupos humanos às suas relações presentes e suas perspectivas de futuro. O desenvolvimento da humanidade está marcado por contatos e conflitos entre modos diferentes de organizar a vida social, de se apropriar dos recursos naturais e transformá-los, de conceber a realidade e expressá-la. A história registra com abundância as transformações por que passam as culturas, sejam movidas por suas forças internas, seja em conseqüência desses contatos e conflitos, mais freqüentemente por ambos os motivos. Por isso, ao discutirmos sobre cultura temos sempre em mente a humanidade em toda a sua riqueza e multiplicidade de formas de existência. São complexas as realidades dos agrupamentos humanos e as características que os unem e diferenciam, e a cultura as expressa. Assim, cultura diz respeito à humanidade como um todo e ao mesmo tempo a cada um dos povos, nações, sociedades e grupos humanos. Quando se considera as culturas particulares que existem ou existiram, logo se constata a sua grande variação. Saber em que medida as culturas variam e quais as razões da variedade das culturas humanas são questões que provocam muita discussão. Por enquanto quero salientar que é sempre fundamental entender os sentidos que uma realidade cultural faz para aqueles que a vivem. De fato, a preocupação em entender isso é uma importante conquista contemporânea. Cada realidade cultural tem sua lógica interna, a qual devemos procurar conhecer para que façam sentido as suas práticas, costumes, concepções e as transformações pelas quais estas passam. É preciso relacionar a variedade de procedimentos culturais com os contextos em que são produzidos. As variações nas formas de família, por exemplo, ou nas maneiras de habitar, de se vestir ou de distribuir os produtos do trabalho não são gratuitas. Fazem sentido para os agrupamentos humanos que as vivem, são resultado de sua história, relacionam-se com as condições materiais de sua existência. Entendido assim, o estudo da cultura contribui no combate a preconceitos, oferecendo uma plataforma firme para o respeito e a dignidade nas relações humanas.SANTOS, José Luiz dos. O que é cultura. São Paulo: Brasiliense. 1ª edição 1983. p. 08.A partir do texto lido, assinale a(s) alternativa(s) incorreta(s) sobre o conceito de cultura.

Adquirindo cultura, o homem passou a depender mais do aprendizado do que agir através de atitudes geneticamente determinadas, determinando seu comportamento e sua capacidade artística ou profissional.

Cultura é o modo próprio de ser do homem em coletividade, que se realiza em parte consciente, em parte inconsciente, constituindo um sistema mais ou menos coerente de pensar, agir, fazer, relacionar - se, posicionar-se perante o Absoluto, e, enfim, reproduzir-se.

A cultura é um processo acumulativo, resultante de toda experiência histórica das gerações anteriores.

Adquirindo cultura, o homem passou a não depender mais do aprendizado do que seu modo de agir através de atitudes geneticamente determinadas, determinando seu comportamento e sua capacidade artística ou profissional.

1
ja descobri
Qual é a resposta Willyan?

Respostas

2014-05-05T21:18:35-03:00
Adquirindo cultura, o homem passou a não depender mais do aprendizado do que seu modo de agir através de atitudes geneticamente determinadas, determinando seu comportamento e sua capacidade artística ou profissional.
1 5 1