Respostas

2014-05-05T17:37:36-03:00
Adiferença eram varis, pois ele discordava de muits coisas, mas uma das mais relevantes era a de interpretaçao da biblia. A igreja se achava a unica representante de deus por isso apenas ela podia interpretar a bblia e lutero discordava totalmente disso.
2014-05-05T17:51:47-03:00
A Igreja Católica (o termo "católico", derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa "universal" ou "geral"1 ), chamada também deIgreja Católica Romana 2 e Igreja Católica Apostólica Romana 3 , é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos4 , colocada sob a autoridade suprema do PapaBispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro. Seu objetivo é a conversão ao ensinamento e à pessoa de Jesus Cristo em vista do Reino de Deus, e concede um papel importante nessa missão à pessoa da Santíssima Virgem Maria (a quem intitulou de "Mãe da Igreja")5 6 . Para este fim, a Igreja Católica administra os sacramentos e prega o Evangelho de Jesus Cristo.7 Atua em programas sociais e instituições em todo o mundo, incluindo escolasuniversidadeshospitais e abrigos, bem como administra outras instituições de caridade, que ajudam famíliaspobresidosos e doentes.7

E luteranismo é um ramo do cristianismo ocidental, identificado pela teologia de Martinho Lutero, pioneiro da Reforma da Igreja Católica na Alemanha, sendo a base teológica de todas as Igrejas Luteranas no mundo todo. Os esforços de Lutero para reformar a teologia e a prática na Igreja Católica deram início à Reforma Protestante, a partir de 95 Teses escritas em 1517, que foram disseminadas internacionalmente, difundindo as ideias da Reforma além da capacidade de controle por parte das autoridades governamentais e eclesiásticas. A divisão entre os Luteranos e os Católicos Romanos iniciou-se com o Édito de Worms,de 1521 que condenou Lutero e oficialmente proibiu cidadãos do Sacro Império Romano de defenderem suas idéias. A divisão é centrada na Doutrina da Justificação. O Luteranismo defende a doutrina da justificação " pela graça, somente através da fé em Cristo", o que ia contra a visão católica romana da " fé formada pelo amor " ou " fé e obras ".1