Respostas

2014-05-06T01:00:46-03:00
O capitalismo grego continua a ser o elo mais fraco da Zona do Euro e ainda se encontra sob o “tratamento intensivo” dos mecanismos de apoio da União Europeia pelo quarto ano consecutivo, bem como em recessão pelo sexto ano consecutivo. O declínio global do PIB desde que a crise começou atingirá 25% no final de 2013 e o desemprego alcançará 30%. De acordo com o INE (Instituto do Trabalho) da GSEE (Confederação Geral do Trabalho da Grécia), vai demorar no mínimo 20 anos para se retornar aos níveis anteriores à crise.