Respostas

2014-05-06T17:06:42-03:00
Rutherford "bolou" sua experiência para comprovar ou desmentir o que Thomson havia dito sobre a matéria. Este havia dito que a matéria era como um bolo de passas, onde a massa do bolo era a carga negativa e as passas eram as cargas positivas, distribuídas pelo bolo. Então, ele bombardeou uma folha de ouro com partículas alfa, que são núcleos do átomo de hélio, com dois prótons e dois nêutrons. Se o átomo fosse como Thomson havia dito, as partículas alfa sofreriam mínimas ou nenhumas alterações na sua trajetória. Por dois principais motivos: 
1. As cargas positivas estariam muito distribuídas e seriam um próton; como a partícula alfa tem dois, o próton seria deslocado de sua posição; 
2. As cargas positivas estariam tão espalhadas que a probabilidade de haver um choque seria muito pequena. 
Então, o que se viu foi que algumas partículas alfa voltaram. Segundo as palavras do próprio Rutherford, "foi como se eu tivesse atirado com um canhão de 105 mm numa folha de papel e o projétil voltasse para mim". 
Daí, ele chegou à conclusão da existência do núcleo atômico, onde estaria concentrada toda a carga positiva e a massa do átomo.