[...] Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim.E não dizemos nada.Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores, matam nosso cão,E não dizemos nada.Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa,rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.E já não podemos dizer nada. [...]1- Indique as ações sofridas pelo eu poético nos seguintes trechos:
a) Nos versos 1 a 4
b) Nos versos 5 a 8
c) Nos versos 9 a 15
2- É possível afirmar que o eu poético, ao mesmo tempo em que faz uma crítica social, também sensibiliza e emociona o leitor? Justifique.

1

Respostas

2014-05-08T22:05:32-03:00
A resposta da 1 seria a letra "a" pois são danos literais que o eu lírico apresenta e na 2 a afirmação é correta, pois de uma forma poética consegue colocar em linguagem conotativa, induzindo ao leitor a se surpreender e emocionar

espero que tenha ajudado
2 2 2