Tarefa

Foto de perfil do usuário schenarthur

o que significa: o Êxodo, o Cisma e a Diàspora para os hebreus??? alguem me responde muito rápido pfpfpfpfp este trabalho é para amanhã!!!

o que significa: o Êxodo, o Cisma e a Diàspora para os hebreus??? alguem me responde muito rápido pfpfpfpfp este trabalho é para amanhã!!!

por Schenarthur

Tem dúvidas sobre esta tarefa? Pergunte!

Peça mais detalhes ao usuário Schenarthur

Respostas

Respostas

Foto de perfil do usuário vivizikka
Vivizikka respondeu
Bom, os hebreus começaram a existir como unidade a cerca de 2.700 anos atrás.

Não é um povo com quase 5 mil anos, como alguns pensam.

Por volta do ano 700 A.C., eles viram a necessidade de criar um sentimento de unidade para aquelas tribos semitas e foi sendo criado o que conhecemos hoje como o velho testamento da Bíblia, que na verdade é uma epopéia do povo judeu.

Os personagens nestes textos descritos são em sua grande maioria fictícios, e a arqueologia dá respaldo a apenas alguns deles, como David (apesar de sua casa não ter sido tão grandiosa como narrado no texto sagrado).

Logo, o "êxodo", por exemplo, nunca existiu, é apenas parte desta epopéia criada para dar um sentimento de unidade e passado em comum ao povo, anteriormente citado.

O êxodo seria o povo hebreu fugindo da escravidão dos egipcios e indo em direção a "terra santa", mas a arqueologia mostra que os hebreus nunca foram escravos dos egípcios. A única menção de uma das tribos que vieram a se tornar os hebreus (lembre que nesta época eles ainda não eram um só povo na verdade) é que esta tribo semita foi expulsa das margens do Nilo pelos egípcios. Bem diferente de querer manter escravo, correto?

A diáspora (ter que sair de sua terra natal) ocorreu em 586 quando os hebreus resolveram praticar o esporte radical da época: desafiar Roma.

Todos os povos que fizeram isso se ferraram muito(os que não faziam se ferravam menos).

A Cisma foi quando o rei Salomão (que também não existiu) morreu eo reino foi dividido em dois (na época não existia um "único reino", então não tem como dividir).

Bom, o sionismo é o movimento político-religioso para os judeus voltarem a sua terra natal, formando Israel novamente. Isso começou no finalzinho do século XIX. A grande maioria dos judeus hoje são a favor do movimento sionista, pois é conferida mais identidade ao povo, assim como lhes dão um lar.
Porém, nem todos os judeus são sionistas, alguns são radicalmente contra, ou por motivos políticos (conflitos com os habitantes da região devido isso) ou por motivos religiosos (Israel só será formada novamente, com paz, com a vinda do messias).

De crítica a isso, podemos dizer que de fato a criação de Israel foi extremamente mal feita e autoritária e não dá para imaginar que os responsáveis por esta medida realmente achavam que haveria paz e harmonia, já que lá sempre viveram outros povos, mesmo na época que os hebreus lá também habitavam.

As informações de arqueologia são retiradas das pesquisas de Israel Filkenstein, respeitado arqueólogo da Faculdade de Tel-Aviv, já diretor do Departamento de Arqueologia daquela instituição. Ou seja, tem todo o respaldo.  
  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (1)
  • Avaliar Avaliar: 5, Votos: 1

Comentários

Escreva aqui seu comentário...
Foto de perfil do usuário joana005
Joana005 respondeu

diaspora=dispensão dos judeus pelo mundo,e Êxodo é a fuga dos egitos e a volta a terra prometida

  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (2)
  • Avaliar

Comentários

Escreva aqui seu comentário...