Respostas

A melhor resposta!
2014-05-11T22:01:16-03:00
Nossa ortografia apresenta variadas regras sobre o uso do Ç, S e SS, por isso é importante algumas observações a respeito de vocábulos derivados na língua que apresentam tais grafias, questionados em todos os concursos públicos. Memorize as regras a seguir e não erre mais!

Usamos Ç em palavras derivadas de vocábulos terminados em TO, TENÇÃO, TER, TOR,  TIVO,  verbos terminados por R e  DITONGO. Veja alguns exemplos: intento = intenção; exceto = exceção; junto = junção; deter = detenção; reter = retenção; conter = contenção; manter = manutenção; trator = tração; redator = redação; setor = seção; introspectivo = introspecção; relativo = relação; ativo = ação; intuitivo – intuição; reeducar = reeducação; importar = importação; repartir = repartição; fundir = fundição; eleição; traição, etc. Não se pode esquecer de vocábulos de origem tupi, cuja grafia é Ç: Juçara, Paiçandu, miçanga, paçoca, etc. 

Escrevemos com S palavras derivadas de verbos terminados por NDER ou NDIR; RTER ou ERTIR e após DITONGO quando houver som de Z. Veja alguns exemplos: pretender = pretensão; pretensa, pretensioso; defender = defesa, defensivo; compreender = compreensão, compreensivo; repreender = repreensão; expandir = expansão; fundir = fusão; confundir = confusão; inverter = inversão; converter = conversão; perverter = perversão; divertir = diversão; Creusa; coisa; maisena. Também diante de palavras derivadas de verbos terminados por CORRER ou PELIR: concorrer = concurso; discorrer = discurso; expelir = expulso, expulsão; compelir = compulsório. Nas flexões dos verbos PÔR, QUERER, USAR: ele pôs; ele quis; ele usou. Em palavras terminadas por ASE, ESE, ISE, OSE: frase; tese; crise; osmose. Exceções: deslize e gaze. Nas terminações OSO, OSA: horrorosa; gostoso. Exceção: gozo. Nos sufixos indicadores de diminutivo INHO com S quando esta letra fizer parte do radical da palavra de origem; com Z quando a palavra de origem não tiver o radical terminado em S: Teresa = Teresinha; casa = casinha; mulher = mulherzinha; pão = pãozinho.

Verbos terminados em ISAR serão escritos com S quando esta letra fizer parte do radical da palavra de origem; os terminados em IZAR serão escritos com Z quando a palavra de origem não tiver o radical terminado por S: improviso = improvisar; análise = analisar; pesquisa = pesquisar; terror = aterrorizar; útil = utilizar; economia = economizar. Os vocábulos terminados por ÊS e ESA serão escritos com S quando indicarem nacionalidade, títulos ou nomes próprios; os terminados por EZ e EZA serão escritos com Z quando forem substantivos abstratos oriundos de adjetivos, ou seja, quando indicarem qualidade: Teresa; camponês; inglês; embriaguez; beleza; altivez; limpeza;  etc.

Verbos terminados por DER, DIR, MIR, TER e TIR são grafados com SS: exceder = excesso, excessivo; conceder = concessão; proceder = processo; progredir = progresso; agredir = agressor, agressão, agressivo; transgredir = transgressão, transgressor; imprimir = impressão; deprimir = depressão; comprimir = compressa; comprometer = compromisso; prometer = promessa; intrometer = intromissão; remeter = remessa; demitir = demissão; discutir = discussão. Mas, muita atenção em palavras que não perdem as terminações acima, nesse caso são grafadas com Ç: deter = detenção; conter = contenção; remir = remição.                                                                                      Leia e reassuma: espero que tenho ajudado: OBS:deve ter alguns errinhos de português ... OK 
3 5 3