Respostas

2014-05-12T16:27:15-03:00
É que são pensamentos antagônicos. Para Heráclito a vida é um eterno devir, um vir a ser constante, um fluxo contínuo de transformação, tanto que, para ele, não se entra duas vezes no mesmo rio, de tão constante que é a vida em devir. Já para Parmênides, o ser descansa em sua perfeição absoluta, e o que é não admite vir a ser, já que seria uma contradição lógica, o que “é” é, e ponto final. Platão foi influenciado por ambos, mas em sua filosofia foi o pensamento de Parmênides que saiu “vitorioso”, já que a teoria das formas, de Platão, nada mais é do que a busca por essa realidade imutável e perfeita para além da sensibilidade, que engana os nossos sentidos, para além das aparências. Já na idade moderna, penso eu, a partir de Descartes, e principalmente com o surgimento de uma nova dialética, o pensamento de Heráclito ganha muita força, por meio de filósofos como Hegel, Marx e Nietzsche.
1 5 1
Mt obrigada! Me ajudou bastante ;)