Gente me fale 2 poemas do poeta Antonio Francisco Lisboa

1
A volta surpreendente de Jesus deve nos fazer vigiar cada dia como se fosse o Dia.
"Nossos valores humanos devem falar mais alto que nossos valores legais. Não devo aceitar pelanca de contrapeso ao comprar filé-mignon. Mas nem por isso devo tratar mau ao açougueiro".

Respostas

2014-05-13T14:29:10-03:00
Soneto rural!As mãos do pobre e a forma da lagosta vendo, chorei. Meu corpo, feito adeus,era só, machucado pé no esterco,pesava sobre mim toda a beleza.Havia um cesto e nele alguém botavaas cabeças cortadas dos borregos.Aprendi a cantar acompanhadode impaludismo, sede e fezes verdes.Na madrugada, a fome dos bezerros.As mãos passava em torno das bicheiras,quando vi, na celagem das campinas,erguido em dor, dourado mar barroco,sol e sombra lavrando um cão sarnosoe um porco morto com o céu por cima.
aqui o segundo Sobre meu túmulo
Aqui estou enterrado. Jamais quis
morrer longe de casa. Mas sofri
muitos anos exílios simultâneos.
Gastei-me em outras terras. Fui de mim
uma sombra emigrada. Rogo um sonho.
Outro sem ser este de túmulo
Aviso, em voz baixa!
Cuidado! Não é tua
esta morte.
Cuidado! Ela vem disfarçada
de irmã e reparte
moscas e formigas
como se fossem frutas
maduras e espigas.
Cuidado! que vem vestida
de infância
e de vida.