Ana fez uma escova progressiva (cuja durabilidade varia de 30 a 45 dias) em um salão, e sua amiga Cláudia também fez o mesmo, no mesmo salão, três meses depois. Após um mês, o efeito da escova de Ana se esgotou, enquanto a escova de Cláudia permanecia perfeita. Cláudia disse à amiga que a cabeleireira usou no seu cabelo um produto novo lançado no mercado naqueles dias. O fato configura vício ou defeito do serviço? Ana pode reclamar com base no CDC

2

Respostas

  • Usuário do Brainly
2014-05-16T21:39:31-03:00
Sim ela pode reclamar, como defeito do serviço prestado com base no direito do consumidor, pois pagou pelo mesmo serviço da amiga e foi utilizado um produto diferente que não atendeu o que foi pago
  • Usuário do Brainly
2014-05-16T21:48:49-03:00
Correto, O fato configura defeito de serviço; pois a falha do serviço prestado acarratou problemas a cliente.