Respostas

2014-05-25T11:55:52-03:00
Os fungos que se reproduzem por ascósporos ou basidiósporos são fungos perfeitos. As formas sexuadas são esporádicas e contribuem, através da recombinação genética, para o aperfeiçoamento da espécie. Em geral, estes fungos produzem também estruturas assexuadas, os conídios que asseguram sue disseminação. Muitos fungos, nos quais não foi até agora reconhecida a forma sexuada de reprodução, são incluídos entre os fungos imperfeitos. Quando é descrita a forma perfeita de um fungo, essa recebe uma outra denominação. Por exemplo, o fungo leveduriforme, Cryptococcus neoformans, em sue fase perfeita é denominado Filobasidiella neoformans. 
A fase sexuada dos fungos é denominada te teleomórfica e a fase assexuada de anamórfica. 
A maior parte das leveduras se reproduzem assexuadamente por brotamento ou gemulação e por fissão binária. No processo de brotamento, a célula-mãe origina um broto, o blastoconídio que cresce, recebe um núcleo após a divisão do núcleo da célula-mãe. Na fissão binária, a célula-mãe se divide em duas células de tamanhos iguais, de forma semelhante a que ocorre com as. bactérias. No seu ciclo evolutivo, algumas leve auras, como Saccharomyces cerevisiae, podem originar esporos sexuados, ascósporos, depois que duas células experimentam fusão celular e nuclear, seguida de meiose.
2 1 2
2014-05-25T13:06:51-03:00
Para a formação do Basidiocarpo, tudo começa quando o basidiósporo lançado germina; iniciando-se o ciclo de vida e originando um micélio uninucleado e haplóide. Quando as hifas se fundem, forma-se uma célula dicariótica que dará origem ao micélio dicariótico, onde ocorrerá a diferenciação dos basídios e conseqüente formação do basidiocarpo, que produzirá novos basidiósporos.
1 1 1