URGENTEE por favor é para amanhã
Gente, amanhã eu vou ter um debate de geografia sobre as teorias reformistas e neomalthusiana.Eu sou do grupo dos Reformistas, e no debate, cada grupo terá de fazer algumas perguntas para o advérsário tentando "quebrar a perna" dele com perguntas complexas.
Me ajudem com essas perguntas por favorr

2

Respostas

A melhor resposta!
2014-06-01T11:14:16-03:00
- Porque nos países em que ocorreu sérias mudanças na educação e saúde, a diminuição da taxa de natalidade ocorreu naturalmente?

- A quem interessa a pobreza e dependência econômica da população de um país, que acaba gerando maior natalidade, e, portanto mais pobreza?

- Porque não foram aplicados programas de esterilização em massa na população dos países economicamente desenvolvidos, mas esse processo é aplicado em países pobres?

- Porque a pobreza não é combatida, mas as pessoas?

- Porque não dar melhoria à vida dessas pessoas para que elas próprias regulem sua natalidade?
2 5 2
2014-06-01T11:40:16-03:00
A teoria reformista é uma resposta aos neomalthusianos. De acordo com essa teoria, é correto afirmar que:
a)Uma população jovem numerosa, devido as elevadas taxas de natalidade é principal causa do subdesenvolvimento.
b)o controle da natalidade só sera possível mediante rígidas políticas demograficas desenvolvidas pelo estado
c) o equilibrio  da dinamica populacional se da pelo enfrentamento das questoes sociais e economicas.
2- descreva o principio da teoria reformista:
Segundo essa teoria a população jovem não é a causa, mas consequencia do subdesenvolvimento, o controle da natalidade ocorre paralelamente á melhoria na qualidade de vida das camadas populares e o acesso a educação, saude e renda.
3- porque segundo os reformistas a população jovem dos paises do sul tornou-se um obstaculo para o desenvolvimento economico?
porque nao houve investimento social na area de saude e educação. por isso a mão de obra ficou com menos qualidade ingressando anualmente no mercado de trabalho e consequencia de baixa  produtividade do trabalhador e emprobecimento da maioria da população.