Os complementos verbais em língua portuguesa podem ser de dois tipos, basicamente: objetos diretos e objetos indiretos. Acerca desses dois termos, assinale a alternativa em que a análise se segue de forma correta. Escolher uma resposta.
a. Em Vou lhe fazer um pedido: não fique perto de mim, o verbo fazer apresenta dois objetos diretos: lhe e um pedido.
b. Em Eu falo baixo coisas pequenas para pouca gente, o verbo falar é transitivo direto, portanto necessita de um objeto direto, que, na frase, é baixo.
c. Em Você me trata tão bem, o verbo tratar é transitivo indireto e, portanto, apresenta o objeto indireto me.
d. Em Eu não esqueci nem o alívio do fim, nem o delírio do começo, nem um dia comum, o verbo esquecer é transitivo direto. Os objetos diretos são representados por três expressões, ligadas pelo conetivo nem: nem o alívio do fim, nem o delírio do começo e nem um dia comum.
e. Em De repente, inventa outra vida urgente, o verbo inventar é transitivo indireto, cujo objeto indireto é outra vida urgente.

1

Respostas

2014-06-09T20:48:52-03:00
No meu entendimento, letra D.