Respostas

2014-06-12T14:17:41-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezado,

Recomendo fazer uma caracterização contextual, falando da situação econômica, da demanda pelas especiarias, dentre outras possibilidades.

As capitanias hereditárias foram um sistema implementado pelo governo português para invadir / colonizar as terras americanas. Elas foram utilizadas aqui na colônia em razão de Portugal ter obtido êxito antes com essa iniciativa nas ilhas da Madeira,  de Cabo Verde, e nas Canárias.

Além disso, nessas ilhas, os portugueses dominaram a técnica de cultivo da especiaria indiana mais lucrativa, a cana-de-açúcar, cultivando-a com sucesso nesses locais com base no trabalho de escravos africanos.

Desse modo, foi com o êxito dessas práticas nessas ilhas que fez o rei de Portugal, D. João III, em 1534 tentar implantar esse modelo de invasão / colonização das terras americanas. Esse sistema vigorou até 1759, ano em que o Marquês de Pombal o extinguiu.

Assim, o território era dividido em faixas de terra paralelas à linha do Equador, conforme a figura em anexo. Elas começavam no litoral e terminavam na linha do tratado de Tordesilhas. Foram transferidas para alguns alguns nobres portugueses amigos do rei para colonizá-las / invadi-las, cujo título desses territórios seria transferido para os filhos deles (por essa razão é que eram hereditárias). Desse modo, o governo português transferia para particulares (os donatários) os enormes custos envolvidos na colonização, concedendo, em parte, o poder sobre um lote de terra para aqueles que se dispusesse a financiar e administrar aquele pedaço do território, sendo um título herdado pelos filhos deles (por isso era hereditárias). O rei ganhava através da cobrança dos impostos.

Exceto por Pernambuco e São Vicente, esse sistema de capitanias hereditárias sem um governo geral no novo território falhou, pois os índios lutaram bravamente contra as invasões e a escravidão, bem como a distância entre o nosso território e Portugal eram enormes, bem como a população portuguesa ser bem pequena quando comparada com a imensidade do território a ser invadido / colonizado. Além disso, muitos donatários sequer vieram ao Brasil e havia o problema da gigantesca quantidade de mortos entre os indígenas, pois ao entrarem em contato com a varíola, gripe, sarampo e outras doenças europeias, os índios não apresentavam imunidade ou resistência e morriam em grande quantidade. Desse modo, você poderia ter 400 escravos indígenas numa semana e todos estarem mortos na semana seguinte.

Com isso, o governo Português decidiu criar o Governo-Geral da Colônia, na cidade de Salvador, que se tornou a primeira capital do território. Isso auxiliou na cooperação entre as capitanias, bem como na maior cobrança dos impostos, além de coordenar outros aspectos administrativos, buscando conter o uso abusivo dos poderes dos donatários.

Portanto, a colonização da parte da América invadida por Portugal, que viria a se tornar o Brasil, só foi possível com a produção de uma especiaria indiana extremamente lucrativa, a cana-de-açúcar.  A posse de um engenho de açúcar naquela época seria comparado a possuir um ou mais poços de petróleo hoje.

Para complementar essa resposta, sugiro que veja os vídeos " A História do Mundo em Duas Horas " , " HISTÓRIA DO BRASIL: A COLONIZAÇÃO DO BRASIL " e " Brasil: Uma História Inconveniente ", facilmente encontrados no you..tube.

Bons estudos!
2 5 2