Respostas

2014-06-13T13:40:55-03:00
Constituição de 1824: Primeira Constituição brasileira, outorgada por D. Pedro I que pretendia manter o Brasil aos olhos dos colonizadores e ainda sobre o poder absolutista, quando dissolveu a assembleia, que foi divida em dois grupos, os liberais e os conservadores. O novo texto da Constituição previa que o Brasil estava a mando de quatro poderes: O Poder Legislativo, Executivo, Judiciário e Moderador, esse último a prova da continuidade absolutista, que dava todo poder ao rei de anular as decisões dos outros 3 poderes.
Constituição de 1891:
A instalação da república velha, uma monarquia disfarçada, o Poder Executivo era exercido pelo presidente da República, nos estados o representante do poder era assumido pelo presidente estadual. O Poder Legislativo era dividido entre duas casas: a Câmara dos Deputados e o Senado. Os representantes dessas duas facções do Legislativo eram escolhidos por meio do voto direto. Nos estados, o Poder Legislativo era somente assumido pelo Poder Legislativo. O Poder Judiciário era assumido pelo Supremo Tribunal Federal, seguido por tribunais disseminados em cada um dos estados. O voto era masculino e não secreto, a todos aqueles maiores de 21 anos e alfabetizados.
O importante desta é saber que a "democracia" instalada no país não resultou em uma ampliação do direito de participação política. Nos anos posteriores, vemos que nossa democracia garantida pela nova constituição, na verdade, abriu portas para que os cafeicultores assumissem o controle das instituições políticas nacionais. Dessa forma, presenciaríamos posteriormente o predomínio das oligarquias.

Pronto, espero ter ajudado ;)