Respostas

2014-06-23T14:21:04-03:00
Colonização e movimento de populações sempre foram características da 
vida helênica. A grande expansão para fora do Egeu deu-se do século VIII a.C. 
ao VI a.C. os antigos gregos sempre se movimentaram em 
torno da área do Mediterrâneo, fundando ou participando de novos povoados 
permanentes
Não apenas do século VIII a.C. ao VI a.C
. São diversas as causas que deram origem a este movimento colonial. Uma 
das mais importantes foi, segundo as fontes textuais, a falta de terra. Quisse, por vezes, concluir dessa explicação, que a Grécia do primeiro milênio era 
superpovoada. Nem a tradição, nem as descobertas arqueológicas permitem 
crer que as cidades gregas tenham tido no século IX a.C. ou no VIII a.C. uma 
população muito numerosa, dados os recursos do seu território. Mesmo as 
mais povoadas eram nessa época apenas pequenas cidades rodeadas de uma população rural pouco densa. E deve-se notar que várias dentre elas – Mileto ou 
Calcis, por exemplo – são o centro de regiões férteis onde podia subsistir, em 
Época Clássica e até em Época Romana, isto é, na altura em que a expansão colonizadora na Grécia deixara de se realizar havia muitos séculos, uma população 
certamente mais densa do que o era a que as ocupava no começo do primeiro 
milênio.