O lobo-guará é um animal encontrado no cerrado brasileiro e tem hábito alimentar onívoro, ou seja, ingere alimentos de origem vegetal e animal, como, por exemplo, uma goiaba ou um tatu. Supondo uma teia alimentar em que o lobo-guará tenha ingerido uma goiaba e também um tatu e este tenha comido insetos herbívoros, é correto afirmar que o lobo-guará
(A) ocupou o nível trófico decompositor quando consumiu o tatu e, consumidor primário, quando consumiu a goiaba.
(B) obteve mais energia quando consumiu o tatu do que quando consumiu a goiaba.
(C) ocupou o nível trófico consumidor primário quando consumiu a goiaba e, terciário, quando consumiu o tatu.
(D) ocupou o nível trófico consumidor primário quando consumiu a goiaba e, secundário, quando consumiu o tatu.
(E) obteve mais energia do que quaisquer seres vivos existentes nessa teia.

2

Respostas

2013-07-18T15:28:48-03:00
(C) ocupou o nível trófico consumidor primário quando consumiu a goiaba e, terciário, quando consumiu o tatu.

ele foi o consumidor primário quando consumiu a goiaba, pois a goiaba é um produtor.E ele foi consumidor terciário quando consumiu o tatu, pois o tatu era consumidor secundário, já que havia comido um inseto que come plantas.



2013-07-18T16:07:16-03:00
Letra C - ocupou o nível trófico consumidor primário quando consumiu a goiaba e, terciário, quando consumiu o tatu.