Respostas

2014-06-30T15:11:57-03:00
Formados, principalmente, por proteínas e ácidos nucleicos, os vírus são acelulados e só têm condições de realizar suas atividades vitais quando estão no interior de outras células vivas. Assim, são considerados parasitas intracelulares obrigatórios. 
Em razão dessas características peculiares, os vírus não são reconhecidos exatamente como seres vivos. Entretanto, é consenso que são sistemas biológicos, por possuírem ácidos nucleicos em sua constituição, além de sistemas de codificação genética. 
O ácido nucleico pode ser tanto DNA quanto RNA, sendo que alguns poucos vírus podem possuir os dois. Em relação à reprodução, o vírus costumam infectar a célula hospedeira ligando suas proteínas virais à proteína receptora desta. Assim, acontece a multiplicação do material genético e, utilizando os ribossomos, nucleotídeos, aminoácidos e mitocôndrias celulares, eles comandam a síntese de proteínas e ácidos nucleicos, utilizando a energia oriunda do metabolismo do hospedeiro. 
Assim, dão origem a novos vírus que, exceto quando ocorrem mutações, são semelhantes entre si. Esses poderão invadir outras células que, possivelmente, terão seu funcionamento prejudicado. Assim, um indivíduo com seu organismo infectado apresentará os sintomas típicos da doença viral que contraiu.
2 5 2
Comentário foi eliminado
sim poso
Vírus sao pequenos agentes infecciosos,sao estruturas mininas submicroscopia
onde os virus a atinge
com quantas perguntas
2014-06-30T17:35:55-03:00
Os vírus são agentes infecciosos pequenos visualizados apenas por microscópios eletrônicos. Não são considerados seres vivos, pois são acelulares. Desta forma são considerados biologicamente ativos apenas quando estão infectando uma célula. Portanto são parasitas intracelulares obrigatórios.
A célula parasitada pelo vírus funciona como uma fábrica para a produção viral.
Vírus: são seres específicos, só entram nas células em que seus ligantes se encaixam perfeitamente a membrana celular, como chave fechadura.
Síntese viral: adesão, penetração, biossíntese maturação e liberação.
As infecções virais são auto limitadas o próprio sistema de defesa combate o vírus. 
Porta de entrada dos vírus e vias de transmissão 
Pele: a introdução de partículas virais através da pele ocorre geralmente após a picada de insetos.
Trato respiratórios: contato com partícula suspensas no ar,facilita a exposição da mucosa respiratória a agentes infecciosos.
Tubo digestivo: transmissão de vírus de forma oral fecal, sendo contaminantes de água e alimentos.
Trato geniturinário: o vírus que infectam este trato são transmitidos através do ato sexual.
Conjuntivas: causam lesão na conjuntiva como a conjuntivite.