As regiıes da AmazÙnia Legal que apresentaram volume de precipita„o acima do normal, durante o mÍs de fevereiro de 2006, foram: os setores norte (S„o Gabriel da Cachoeira e Barcelos), oeste (Carauari), sul (Humait· e ManicorÈ) e leste (Itacoatiara) do Amazonas; leste (Rio Branco) do Acre; norte (Porto Velho) de RondÙnia; centro (Cuiab·) do Mato Grosso; e centro-leste (Marab·) do Par·. Por outro lado, as principais regiıes onde predominou dÈficit de precipitaÁ„o
se tiver algumas coisas erradas foi por que eu escrevi rapidamente mas espero ter de ajudado

Respostas

2014-07-04T11:49:52-03:00
RESUMO
Em uma área de floresta de terra firme na Amazônia Central submetida à extração seletiva de madeira (6-10 árvores ou 34 m3 ha-1 de madeira), foram medidas a precipitação interna e a interceptação da água da chuva num período de mais de dois anos. No primeiro ano, os dados coletados foram contínuos; no ano seguinte, as informações foram obtidas em campanhas intensivas em diferentes épocas do ano. Procurou-se quantificar as alterações produzidas pela extração seletiva na precipitação interna e na interceptação da chuva e, conseqüentemente, no ciclo hidrológico. Na floresta intocada (controle), a precipitação interna variou de 74,2 a 87,1 % e nas parcelas manejadas de 86,9 a 92,9%, verificando-se um aumento na precipitação interna após a extração seletiva de madeira. No entanto, as alterações provocadas pela extração seletiva na precipitação interna, que é a transferência de água da atmosfera para o solo após percolar o dossel da floresta, não foram estatisticamente significativas. Mas a interceptação da chuva, uma das partes do ciclo hidrológico, que retorna para a atmosfera e contribui para novas chuvas, foi significativamente alterada pela extração seletiva, provocando uma diminuição da quantidade de água retida pelo dossel.