Conforme Tanuri (2000), o referencial teórico que passa a embasar parte significativa da
produção pedagógica, principalmente durante os anos 70, é o da Teoria do
Capital Humano. Acentua-se, nessa visão tecnicista, a divisão do trabalho
pedagógico - quando se desenvolvem os serviços de supervisão, a partir da
implementação do Parecer 252/1969. De acordo com o texto estudado, no âmbito da
escola normal situa-se uma descaracterização do profissional e o desinteresse
de seus egressos pelo exercício do magistério. No momento em que se registra a
modificação do currículo do curso de pedagogia, há um fracionamento das
habilitações técnicas e a formação de especialistas, orientando, também, para a
formação do professor primário em nível superior, momento em que se enfatiza o
estudo da Metodologia e da Prática de Ensino de 1º Grau. Assim, podemos afirmar
que:
I- Em relação à prática de ensino, incluíram-se momentos importantes
contemplados como experiência docente: observação, participação e regência (a
última, aplicação efetiva do conteúdo escolar).
II- Com a modificação do currículo para os cursos de formação de professores,
depois do Parecer 252/1969, a observação ainda continuou prevalecendo como
elemento norteador das práticas experienciais.
III- A regência é um mecanismo que independe da observação para a vivência
docente.
IV- "A Habilitação Magistério nos Cursos de Pedagogia descaracterizou a
identidade do curso Normal de formar professores primários." (CANDAU,
1986).
É correto o que se afirma em:
II e III.
II e IV.
I e IV.
III.
IV.

1

Respostas

2014-07-12T16:10:19-03:00
Respondi a alternativa   I e IV.