Respostas

2014-07-22T17:43:51-03:00
O confronto entre dois povos com histórico de sofrimento volta a mostrar que o Oriente Médio é uma terra onde todos têm razão e, até por isso, todos perdem a razão. O tensionamento do conflito entre Israel e palestinos, a partir do assassinato de três adolescentes israelenses em 12 de junho e da reação perpetrada pelo Estado judeu, provoca altercações de todo tipo e de todas as partes.Israelenses e palestinos falam na ligação milenar ao território onde vivem e se digladiam. Do lado israelense, registros bíblicos, corroborados por descobertas arqueológicas, conferem-lhes legitimidade para reivindicar o Estado judeu, reforçada pelo histórico de perseguições que sofreram desde a expulsão daquela região pelos romanos, no século I. Do lado palestino, a busca é por igualmente assegurar a conquista do seu Estado, em terras com as quais também mantêm ligações ancestrais e onde vivem em condições majoritariamente precárias.Apegados a sua cultura e à fé monoteísta, judeus perseguidos rumaram para a chamada Terra Prometida, em especial após o Holocausto, na II Guerra Mundial. Os palestinos que viviam lá naquele momento tiveram de dividir espaço com levas de judeus conduzidos pelo sionismo, movimento de libertação nacional, que, em razão desse contexto, é definido por seus detratores como discriminador.
essa resposta e a razão histrica e a crise atual cade