Respostas

A melhor resposta!
2014-07-31T20:46:40-03:00
As inúmeras críticas feitas à religião possuem um embasamento irrefutável, no que diz respeito à própria essência dogmática da Religião em relação a Fé. A Fé é um dom sobrenatural interno gratuito que provem da própria pessoa com relação à uma verdade incontestável, a Fé diz respeito à crença, não necessita da razão, muito menos da lógica, mas sobretudo da convicção, o que está diretamente relacionado à Religião em si. Em contra posto, os filósofos buscam desenvolver novos paradigmas, novas teorias, ideias, com base na observação, lógica, razão e Ciência. A religião sempre foi duramente criticada e antagonizada com a Razão, a Ciência. Nesse sentido as principais críticas giravam em torno do mistério e da "ausência de provas" em relação à uma Divindade, base das Religiões, onde a Fé trata-se de uma verdade incontestável e imaterial, também, críticas com relação ao mal e às levianidades do Mundo, alegando a ausência de um Deus. Como disse Epicurgo: "Se Deus pode acabar com o mal, mas não quer, é monstruoso; se quer, mas não pode, é incapaz, se não pode nem quer, é impotente e cruel; se pode e quer, por quê não o faz?"
4 3 4
2014-07-31T22:12:32-03:00
Uma das críticas eram de como eles poderiam crer em algo que não se palava ou via, de como as pessoas agiam pela fé, sendo que os filosofos sempre foram racionais.
1 2 1