Questão de lógica: uma pessoa tem uma doença incurável mas tratável. Ela precisa tomar 2 comprimidos ( um A e um B ) todo dia. Se ficar um dia sem tomar morre, se tomar 2 do mesmo morre, se tomar só 1 morre. Um dia ela está pegando os comprimidos (só tem 2 em cada vidro), ela abre o A e coloca 1 em um pires, pega o B e sem querer derruba os 2 comprimidos no mesmo pires. O problema é que eles são absolutamente iguais, e não tem como obter mais comprimidos em menos de 24 horas. Ela ligou desesperada pedindo sua ajuda, o que você diria para ela?

1

Respostas

2014-07-31T16:54:46-03:00
Considerando que são absolutamente iguais os comprimidos, entra-se num dilema pois deve-se consumir A e B mas nunca A com A ou B com B sendo que A=B, então obrigatóriamente a paciente viria a óbto. Foi mal expressa a pergunta...

Porém, considerando que aparentem ser iguais por fora mas de composição direfente, não há o que fazer: há mais chance dela sobreviver escolhendo aleatóriamente dois dos três comprimidos no pires que ingerindo apenas um ou os três simultaneamente, tendo a chance de 1/3 de serem pegos 2 comprimidos B contra 2/3 de serem pegos um A e um B.
2 1 2