Respostas

2014-08-05T15:37:55-03:00
A introdução de novas espécies pode aletrar ou desequilibrar o ecossistema. Um exemplo disso, é o sapo - cururu, comum no Brasil, que foi levado para a Austrália, com o objetivo de combater uma espécie de besouro que estava destruindo as plantações de cana-de-açúcar. Resultado: o projeto não deu certo e o clima favorável do país fez com que a espécie se multiplicasse e virasse uma praga. Tentaram resolver um problema e acabaram ganhando outro. Por isso, é necessário ter muito cuidado com a introdução de novas espécies em um ecossistema.   
1 3 1
A melhor resposta!
2014-08-05T15:46:44-03:00
Essa nova espécie não terá um predador, um outro ser vivo que o consuma. Nesse ambiente, sem inimigos naturais, a espécie proliferará, concorrerá na busca de alimento com as espécies nativas, predará outras espécies que são nativas, causando graves danos à biodiversidade. Ou seja, ela se tornará uma praga, tal como o são os pombos nas grandes cidades do país, o mosquito Aedes egypt, entre muitos outros.
1 5 1