Respostas

2014-08-07T20:07:27-03:00
Oi Maluzinha .Bom Para mim te ajudar eu teria que sabendo onde você vive . 
Existe um planeta chamado Terra, dentro tem um continente chamado América do Sul, dentro tem um país chamado Brasil e dentro dele uma cidade chamada São Paulo; dentro da cidade tem um bairro chamado Pompeia e, dentro, tem uma ladeira de paralelepípedos. Dentro da ladeira tem um monte de casinhas coloridas coladas umas nas outras, tem um monte de árvores inclinadas e três prédios. Um dos prédios é tão baixinho que deve ser muito antigo, do tempo em que não se construíam prédios imensos em São Paulo porque não teria gente suficiente pra morar neles; outro é muito novo e tem aquele jeito meio pós-moderno sem-graça de misturar tijolo com vidro na varanda; o último é um predinho meio novo, meio velho, meio discreto, bem no fim da ladeira. Não é alto nem baixo, não é feio nem bonito, não bate muito sol e nem por isso se torna hostil. As varandas são de grade verde, algumas têm muitas plantas, mas nunca tem gente nenhuma. Dentro do prédio tem meu vizinho de baixo, que senta num banquinho pra fumar e o cheiro de cigarro sobe todo para o meu apartamento - em cima do apartamento dele tem o meu. Dentro do meu tem alguns cubos coloridos repletos de livros e lugares pra ler; no mais tem cozinha e banheiro, tudo amarelinho, meio apertadinho, mas bem que dá pra viver.O lugar onde vivemos é bem pequeno dentro mundo, mas o mundo que ele cria é enorme dentro da gente. Fazer essa pequena descrição do apartamento onde moro há dez anos me suscitou uma série de lembranças, um emaranhado de sensações cruas e imagens poucos nítidas de uma vida bastante vivida e pouco notada. Após este momento de imersão, esse choque subjetivo com a realidade concreta, a primeira pergunta que vem à mente é a seguinte: “Mas e daí? Minha vida, minha casa, meu quarteirão... a quem isso poderia interessar?”. 
Eu achei esse ai , so você colocar como sua cidade
Bjus espero ter ajudado 
olimpíadas de línguia portuguesa ?
2014-08-07T20:27:22-03:00
Tive que fazer o mesmo!
  Eu como inspiração usei minha vó, a entrevistei e perguntei como era a cidade antigamente... isso ajuda muito e facilita também!