Respostas

2014-08-08T16:46:49-03:00
Sofistas

O momento em que o cidadão exerce sua cidadania é quando ele discute, opina e vota nas assembleias. Por isso, a educação estabelece como padrão ideal a formação do bom orador, aquele que sabe falar em público e persuadir os outros na política. Para dar aos jovens essa educação, surgem os sofistas que ensinavam técnicas de persuasão. (Retórica: é a arte de persuadir, independentemente das razões adotadas).
Sócrates rebelou-se contra os sofistas, dizendo que eles não eram filósofos, pois não tinham amor pela sabedoria, nem respeito pela verdade, defendendo qualquer ideia, se isso fosse vantajoso. (Dialética: é a arte de manipulação das ideias, defender uma posição mesmo que seja a pior de todas).

Platão

Quatro graus de conhecimento: crença e opinião (conhecimento sensível) e raciocínio e intuição intelectual (conhecimento inteligível).

1.Crença: cremos que as coisas são tal como as percebemos em nossas sensações.
2.Opinião: nossa aceitação do que nos ensinaram sobre as coisas.
3.Raciocínio: treina e exercita nosso pensamento.
4.Intuição intelectual: ideias.

Para Platão o conhecimento sensível deve ser afastado pelos que buscam o conhecimento verdadeiro. Só o conhecimento inteligível deve ser considerado.

Desacredita na democracia, para ele o povo não está qualificado para governar.

Mito da Caverna

A Caverna é o mundo de aparências em que vivemos.
As sombras são as coisas que percebemos.
As correntes são nossos preconceitos e opiniões.
O prisioneiro que se liberta é o filósofo.
A luz do sol é a verdade.
O mundo iluminado pelo sol é a realidade.
O instrumento que liberto o prisioneiro é a filosofia.


Quando o prisioneiro está na caverna, ele só acredita nas sombras que vê. As sombras e realidade na qual ele acredita. Quando ele sai e percebe que tudo o que ele pensava é diferente (a forte luz do sol, as pessoas) ele decide rapidamente voltar para a caverna, onde tudo lhe é familiar. Porém, quando ele observa com mais atenção fica feliz por poder ver as próprias coisas e decide ficar. O mundo fora da caverna é o mundo inteligível. O prisioneiro resolve voltar a caverna para libertar seus amigos, porém eles não acreditam no que ele fala. Ao invés de escolherem a realidade, sair da caverna, escolhem continuar acreditando apenas no que vêem, as sombras.

Aristóteles A Filosofia seria o conhecimento da totalidade, uma forma de conhecer todas as coisas com precedimentos diferentes para cada uma delas. Diferente de Platão, Aristóteles vê o homem como ser social e a democracia como o melhor método.

Silogismo e Falácia

Constituído por duas premissas e uma conclusão.

Silogismo

(1ª premissa) Todo cachorro é mortal.
(2ª premissa) Mequetrefe é um cachorro.
(Conclusão) Mequetrefe é mortal.


 Observe com atenção. Todos sabemos que os cachorros são mortais e todos vemos que Mequetrefe é um cachorro. Portanto, concluímos que Mequetrefe é mortal. É uma afirmação correta.


Falácia
(1ª premissa) Se o carro quebra, Sócrates chega atrasado.
(2ª premissa) Sócrates está atrasado.
(Conclusão) O carro de Sócrates quebrou.

Falácia é uma afirmação errada, uma conclusão errada. Sócrates está atrasado, porém ele pode ter outros motivos para estar atrasado, como por exemplo, ele pode ter passado mal ou algo do tipo.

Espero ter ajudado, bjss