1 - a) Porque os lisossomos não destroem a própria célula, apesar de seu conteúdo enzimático?
b)Quais poderiam ser as consequências para o organismo do extravasamento inadequado do conteúdo lisossomal?
2 - A observação de vários tecidos corporais ao microscópio eletrônico revela que nas células musculares existem mitocôndrias em
maior abundância que nas células do tecido ósseo. Como pode ser explicado esse fato?

1

Respostas

A melhor resposta!
2014-08-10T18:06:55-03:00
Vamos lá.
Os lisossomos são produzidos inicialmente para denegri moléculas que foram fagocitadas ou pinocitadas.
Bem, normalmente não atacam a célula como forma programada de segurança, porem, existe dois casos especiais que pode acontecer.
Pode ocorrer dentro da célula Autofagia ou Autolise.
No caso da Autofagia, os lisossomos destroem algumas organelas citoplasmáticas da célula, no caso para a manutenção da célula, é essencial para a manutenção da vida celular.
Autólise nesse caso, ocorre a destruição celular. É incomum em células adultas, e normalmente ocorre em células danificadas.

Normalmente não ocorre a liberação demasiada de lisossomos, mas, caso ocorra, pode fazerem Autólise.

2) Nesse caso, cada célula demanda da organela que mais precisa, no caso do fígado, em pessoas alcoólatras, podemos ver um maior número de Retículo Endoplasmático Liso, esse responsável por denegrir substâncias tóxicas.
No caso dos músculos, eles precisam de mais energia em comparação as outras células do corpo humano, assim, demandam de mais mitocôndrias em suas células, para a fabricação maior de energia(ATP).

Espero ter ajudado. Bons estudos. 
17 4 17
Eitapo
Tinha como resumir n??
So deixei bem explicado, espero que tenha ajudado