Respostas

2013-08-12T15:04:25-03:00
Ambas ocorreram nos primeiros anos após a proclamação da República (1889). A de Canudos aconteceu na Bahia, entre 1896 e 1897. A do Contestado, na divisa do Paraná com Santa Catarina, de 1912 a 1916. Nos dois casos, o pano de fundo foi uma grave crise econômica e social que assolava o país - inflação, desemprego incrementado pela libertação dos escravos (1888) e avanço das oligarquias sobre os pequenos proprietários de terras. Não por acaso, a origem dos conflitos acabou sendo mais ou menos a mesma também: disputas fundiárias. Tanto em um como em outro episódio, o comando dos rebeldes coube a um líder religioso (Antônio Conselheiro e José Maria de Santo Agostinho, respectivamente). Acusados de fanatismo e de pregar a volta da monarquia, os dois movimentos foram trucidados pelas forças oficiais republicanas. Ao lado da Revolução Federalista, as guerras de Canudos e do Contestado entraram para a história como as maiores chacinas praticadas durante a Primeira República.
1 5 1