Respostas

2014-08-18T18:04:49-03:00
Um maluco chamado Mark Chapman atirou cinco vezes nele pelas costas (um dos tiros errou o alvo e acertou uma janela), e sentou-se para esperar ser preso, enquanto segurava uma cópia do grande livro O Apanhador no Campo de Centeio. Chapman, que continua preso até hoje, nunca havia perdoado John por sua declaração sobre os Beatles serem mais populares que Jesus. No tribunal, seu advogado queria alegar insanidade, mas Chapman decidiu declarar-se culpado -– seria esse o desejo de Deus.
John dá autógrafo a seu assassino poucas horas antes de sua morte. 
John não teve a menor chance. Ela já chegou praticamente morto no hospital. Na hora exata de sua morte, contam testemunhas, o circuito do hospital coincidentemente passou a tocar “All My Loving” (Todo meu Amor). Yoko, arrasada, anunciou que não haveria um funeral para seu marido: “John amava e rezava para a raça humana. Por favor, façam o mesmo por ele. Com carinho, Yoko e Sean [seu filho de então cinco anos]”.
1 5 1