Respostas

2014-08-20T19:05:41-03:00
Depois do fim do feudalismo, os burgueses sentiam a necessidade de uma moeda única, que facilitaria o comércio. Por isso, aconteceu a centralização do poder, criando os Estados (Países), sendo Portugal o pioneiro. Nessa época, o comércio com as Índias era o mais lucrativo, com o Mar Mediterrâneo como principal rota comercial. A Itália, que ficava mais próxima, comprava produtos nas Índias e revendia na Europa por preços altíssimos, portanto ela monopolizava (controlava) o comércio. A fim de conseguir uma nova rota para as Índias, acabando assim com o monopólio italiano, desenvolveram-se As Grandes Navegações. A intenção era contornar o périplo africano. Novamente, Portugal foi pioneiro, devido à sua posição, à ausência de guerras e ao pioneirismo na centralização do poder. Vasco da Gama foi o primeiro a conseguir realizar o tão almejado caminho alternativo para as Índias. Cristóvão Colombo acreditava na redondeza da Terra, por isso queria chegar às Índias pelo oeste. Portugal não se interessou em sua teoria, por isso ele conseguiu ajuda na Espanha. Ele morreu achando que tinha chegado às Índias, quando na verdade tinha chegado na América. Foi Américo Vespúcio quem descobriu que as terras eram um novo continente, chamado América em sua homenagem. Pedro Álvares Cabral foi o "descobridor" do Brasil. É um resumo bem básico, mas está aí.