Tarefa

Foto de perfil do usuário analuizafreire

Clonagem: - Como se faz um clone? - Tipos de clonagem - Vantagens e Desvantagens (no minimo 6 de cada) - A polêmica da clonagem humana

Clonagem: - Como se faz um clone? - Tipos de clonagem - Vantagens e Desvantagens (no minimo 6 de cada) - A polêmica da clonagem humana

por Analuizafreire

Tem dúvidas sobre esta tarefa? Pergunte!

Peça mais detalhes ao usuário Analuizafreire

Respostas

Respostas

Foto de perfil do usuário Monik
Monik respondeu

Clonagem: Como se faz um clone

 

 

Basicamente o núcleo de uma célula é trocado por outro contendo as características do que se deseja clonar. Geralmente isso é feito com fetos e das células começam a se replicar com as características da que foi clonada, gerando assim um ser vivo semelhante á  aquele que forneceu o material genético.

 

Vantagens e Desvantagens:

 

Vantagens da Clonagem:
· No tratamento de doenças genéticas, cria-se um clone e retira-se as células necessárias para curar a doença;
· No caso de um dos membros de um casal ser estéril pode-se recorrer à clonagem para criar um clone e assim o casal já terá um descendente;
· Pessoas que tenham acidentes podem ser submetidas a clonagem para retirar do clone o órgão necessário à cura da deficiência causada;
· Recuperação de espécies em extinção.

Desvantagens da Clonagem:
· Grandes investimentos financeiros e de recursos humanos
· A clonagem humana iria criar grandes conflitos com algumas religiões;
· A maior parte dos clones morre precocemente;
· Na clonagem de mamíferos, a maior parte dos clones nascidos têm deformações, problemas de adaptação,…   Tipos de clonagem

Existem vários tipos de clonagem, como sejam, a natural, induzida, reprodutiva e terapêutica. Em seguida vamos abordar cada um desses tipos. Assim:

Clonagem Natural que é aquela em que todos os seres são originados por reprodução assexuada e que não é preciso intervenção de células sexuais como, por exemplo, bactérias, seres unicelulares, diferentes tipos de plantas, entre outros. Incluídos nos processos de clonagem natural, contam-se a:

- Fragmentação – o organismo fragmenta-se desenvolvendo-se desses fragmentos outro ser (Exemplo: Estrela do mar).

- Partenogénese – processo onde o óvulo se desenvolve originando um novo organismo sem que haja fecundação prévia (Exemplo: pulgão).

- Bipartição – um ser divide-se em dois praticamente iguais desenvolvendo-se então dois seres (Exemplo: planaria).

Gemulação – no indivíduo formam-se gomos ou gemas que crescem e dão origem a novos indivíduos (Exemplo: Hidra).

- Esporulação – formam-se células reprodutoras chamadas esporos, que ao germinarem, originam novos indivíduos (Exemplo: fungos).

- Multiplicação vegetativa parte das plantas como as raízes, caules, folhas ou outras estruturas da planta originam novas plantas (Exemplo: Morangueiro).

A Clonagem induzida é usada na engenharia genética e, como tal, é desencadeada pelo Homem , sendo este o indutor e o responsável por esta clonagem. A clonagem induzida em animais tem origem por um processo assexuado de divisão em que é retirado o núcleo do óvulo e insere-se este núcleo na célula adulta que se quer clonar. Desta forma, inicia-se a divisão celular induzida por um choque eléctrico que dá início ao desenvolvimento do embrião. A clonagem induzida em plantas baseia-se nos seguintes processos: mergulhia da planta no solo para que nasça parte dela; estacaria para que a planta cresça com apoio; enxertia em que se coloca um tecido “fita-cola” ou qualquer outro material que rodeia parte da planta de modo a que se formem mais partes da planta; há, ainda a considerar, a alporquia em que se rodeia um saco com terra num dos ramos da planta para que lá nasça parte dela para plantar.

A Clonagem reprodutiva em animais é uma técnica que permite criar uma cópia de um indivíduo. Consiste na fusão de uma célula somática, ou seja, diferenciada, que é retirada de um indivíduo animal (por exemplo, célula humana), com um óvulo ao qual foi previamente retirado o núcleo original. O “embrião” originado coloca-se no útero do animal (ou humano em caso de ser pretendido um humano) para que se desenvolva devidamente. Nesta situação, o ser gerado possui o conteúdo genético do dador da célula somática.

A Clonagem Terapêutica é um processo cujas fases iniciais são semelhantes às da clonagem para fins reprodutivos; contudo, difere no facto da blástula, segundo estado de desenvolvimento do embrião, não ser introduzida no útero mas ser usada em laboratório para a produção de células estaminais com o fim de produzir órgãos e tecidos para transplantes. É útil para tratar doenças como: doenças neurológicas, diabetes, problemas cardíacos, acidente vascular cerebral, lesões da coluna cervical e doenças sanguíneas.

 

Espero que tenha te ajudado, qualquer dúvida é só falar ou se desejar consulte melhor no google, Até mais

Monik.

 

  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (3)
  • Avaliar

Comentários

Escreva aqui seu comentário...