No Brasil, ao longo de sua história, há um localismo político e um centralismo. O caudilhismo local, coronelismo e senhorio, formas de manter a autoridade regional através do controle dos serviços públicos disponíveis à população, permite a quem detém o poder econômico manipular a máquina pública ingressando na política e monopolizando o poder. Na política atual ainda é possível notar esta prática. Como? Escolha entre as alternativas abaixo a que explica esta afirmação.
ALTERNATIVAS

1) O poder econômico está relacionado diretamente as atividades profissionais locais. No Brasil, em regiões de predomínio industrial, por exemplo, a classe operária detém o controle sobre o poder público municipal. Hoje há redutos de sindicatos instalados em prefeituras do país. Nas grandes cidades este poder é perceptível.

2) Ainda permanece a constituição do poder agrário. O país nunca conseguir estabelecer um avanço econômico urbano por ter uma sociedade dominada pelos proprietários latifundiários.

3) A economia brasileira se constitui como uma condição determinante, mas dependente da influência mundial. O regionalismo no Brasil, pela própria miscigenação, tem uma influência de forças estrangeiras, inglesas em especial.

4) Ao longo da história brasileira as regiões tiveram formações distintas, regiões como o nordeste tiveram a produção açucareira, ainda no período colonial, como atividade predominante e determinante da vida pública. Está prática marca até hoje a região.

2

Respostas

2014-08-29T16:07:12-03:00
Acho que a 4) A construção do poder, a autoridade, não é uma condição fácil. Ela depende da habilidade do governante em manipular as forças necessárias para a ascensão ao poder. Para compreender como se constitui a autoridade temos que considerar os elementos que fazem com que a sociedade reconheça a autoridade do governante. Vários fatores contribuem para isso. Entre eles:
0
2014-08-29T17:02:34-03:00
Atendendo ao enunciado a alternativa correta é:
4) Ao longo da história brasileira as regiões tiveram formações distintas, regiões como o nordeste tiveram a produção açucareira, ainda no período colonial, como atividade predominante e determinante da vida pública. Está prática marca até hoje a região. 
3 2 3