Respostas

2014-08-28T16:05:49-03:00
Há três elementos que encontramos na estrutura das formas verbais: o radical, a vogal temática e as desinências. O radical é o portador do "sentido", da "identidade" do verbo. Vamos tomar como exemplo alguns verbos e seus radicais. Verbo Radical correspondente Reagir Reag- Entender Entend- Participar Particip- Supor Sup- A vogal temática, por sua vez, é o elemento que permite a ligação entre o radical e as desinências. Em português reconhecemos três vogais temáticas: -a-, que caracteriza os verbos da primeira conjugação, a exemplo de participar, determinar, ofertar; -e-, que caracteriza os verbos da segunda conjugação, a exemplo de entender, surpreender, aquecer. Nesta conjugação incluem-se ainda os verbos que derivam de pôr (supor, compor), visto que sua vogal temática é -e-, cuja origem está na forma arcaica da língua portuguesa poer, do latim ponere; -i-, que caracteriza os verbos da terceira conjugação, a exemplo de reagir, partir, sorrir.
Dá-se ao conjunto formado pelo radical e pela vogal temática de um verbo o nome de tema. Por fim, a desinência (ou terminação), elemento que, acrescentado ao tema, indica as flexões do verbo, que podem ser de número, pessoa, modo e tempo. Vamos tomar como exemplo para análise as seguintes formas: amaremos e amávamos
nas quais identificamos:
1) o radical am-
2) a vogal temática -a-
3) o elemento -mos, comum às duas formas e que, associado ao pronome nós, traz uma marca de pessoa (a primeira) e de número (plural);
4) o elemento -re- (variante de -ra-) em amaremos, que aparece em amarei, amarás, amará, amarão, sendo uma desinência de modo (indicativo) e de tempo (futuro de presente); por oposição ao elemento -va- em amávamos, que aparece em amava, amavas, amavam, sendo uma desinência de modo (indicativo) e de tempo (pretérito imperfeito).
1 5 1