Respostas

2014-09-02T09:58:02-03:00
Suas paradas obrigatórias durante as viagens de ida e volta, eram as cidades chamadas de “registro”, pois nelas se pagava os impostos sobre os produtos transportados e servia também como pouso dos viajantes. Foi Cristovão Pereira de Abreu, 1733 quem trouxe a primeira tropa, vinda do sul do país, até Sorocaba. Nesta cidade havia uma feira de muares e equinos, além de muitas outras coisas, todos iam até lá para comercializarem por todo Brasil. De lá até o ano de 1897, os tropeiros levavam e traziam cultura por todo o território nacional, impondo uma uniformidade de características verdadeiramente brasileiras. Nos seus pertences, tais como a bruaca nos lombos de mulas indomadase nos bolsos de peõese capatazes, não se encontravam somente artigos físicos ou manufaturados, vinham também de uma forma sutil e enraizada, os usos e costumes de muitos aglomerados urbanos e rurais, esparsos em nosso país. Transmitiam o que sabiam e aprendiam novos hábitos e costumes, e pelo fato de estarem constantemente viajando, levavam e traziam cultura, nos integrando como povo, através de suas modas e cantigas, versos e músicas cantadas, suas danças, recitações e “causos”, isto é, histórias de acontecimentos ou simples invencionices, ou ainda casos sobrenaturais. Vinham de várias partes do Brasil e isso tudo ficava plantado nas inúmeras pousadas e depois era divulgado junto a todo povo de todas as localidades.Normalmente o lugar onde paravam para descansar e passar a noite, distavam cerca de 60 ou 70Km um lugar do outro. Por isso a nossa região, onde eles paravam, , veio a se transformar em cidades e todas elas distanciando entre sí, essa quilometragem. É o caso por exemplo de Itararé e Itapeva; de Itapeva até Capão Bonito; de Capão Bonito até Itapetininga; de Itapetininga até Sorocaba.O tropeiro deixou por seu desempenho na vida econômica e social, muitos dos costumes que vigoram até hoje. Eles canalizaram a vida e a civilização nos diversos lugares onde estiveram , realizaram e viabilizaram a nossa economia nos séculos XVIII e XIX, atingindo mesmo as primeiras décadas do século XX. Em seus braços e nos lombos de seus animais, os tropeiros uniram os costumes indígenas,Africanos e europeus, e seus antigos pousos e ranchos, deram origem a quase todas as nossas cidades.Os tropeiros vinham de todo o sul do Brasil, alé de Argentina e Paraguay. As tropas eram levadas para a feira de animais em Sorocaba e de lá eram espalhados animais para todo o Brasil. Esses animais transportavam tudo o que se produzia e consumia no Brasil da época, e o intercâmbio Norte-Sul, permitiu que fosse possível ao longo do tempo, o intercâmbio tital das regiões do Brasil.Mas somente o comércio de muares e chucros, além de equinos, os únicos a serem comercializados. TRansportava-se também muitos outros tipos de mercadorias nos ombros dos animais, que também seriam comercializados, e seu agrupamento em fila, constituia-se o que chamava de tropa.Sorocaba, com esse comércio, se tornou um dos maiores centros comerciais da província de São Paulo. Especializando esse comércio numa feira, cojos principais produtos eram a troca e a venda de muares e equinos, vindos do sul e eram solicitados pelas zonas de lavoura e minera~ção dos estados de São Paulo e Minas Gerais.Avolumou-se esse comércio e Sorocaba tornou-se um grande centro distribuidor de animais, intermediários e compradores mais distantes do império e seus vizinhos do sul, se congregavam numa interpenetração de interesses econômicos e sociais.Ao comércio de mulas, outros subsidiárioas do comércio animal se juntava, tais como vendas de aves, suinos cabrinos etc. Também os mascates, com seus tecidos, jóias perfumarias e etc, se faziam notar, e além deles, toda sorte de aventureiros e mercadores, que eram atraidos pela enorme soma de dinheiro em circulação por ocasião das feiras. Essas feiras eram de longa duração e pelos dados colhidos verbalmente, se estendiam por mais de três meses cada uma, havendo duas durante o ano e até três.” A feira de Sorocaba concorria todos os anos de 40 a 50 mil bestas (animais). E os espetaculos variados, com a vida social e comercial intensa, davam a Sorocaba ares de Capital de Provincia.”, Segundo um trecho de Luiz Francisco de Abreu.Dizem que foi por essa razão e pela pujança (força) da cidade, que o Regente Feijó escolheu Sorocaba para dela fazer a sua recolução, pela regência Una, antes da declaração de maioridade de D. Pedro II.No entanto, no final do sec.XIX e até meados do sec.XX, o comercio de muares e equinos feito pelos peões e tropeiros não ficaram mais restritos a feira de Sorocaba. Diversificaram-se nas cidades de Piracicaba, Campinas e até São Paulo. Nesta época as prefeituras necessitavam dos animais para puxarem as carroças de lixo e os engenhos de cana para moverem o engenho ou para o transporte de cana.
4 4 4
muito obrigada
por favor me coloca como a melhor resposta?!!!!!!!!!