No fim do século XVIII, uma pessoa poderia passar por uma transfusão de sangue, sofrer uma reação hemolítica e morrer. Com os conhecimentos atuais sobre os sistema ABO, sem considerar outros fatores de tipagem sanguínea, suponha que um homem adulto tenha morrido vítima de uma reação à transfusão de sangue. Supondo ainda que esse homem teria sido filho de pais A (homozigoto) e AB, é correto afirmar que o homem:
a) pertencia ao grupo AB e recebeu sangue A, B ou AB.
b) pertencia ao grupo A e recebeu sangue tipo AB ou B.
c) poderia ter doado sangue para indivíduos tipo A, B e AB.
d) era tipo O e poderia ter doado sangue para quaisquer pessoas sem causar reação a elas.

Justificar a alternativa escolhida.

1

Respostas

A melhor resposta!
2014-09-04T01:38:17-03:00
Se um dos pais é A homozigotico, entao ele tem o gene IA. O outro genitor é AB, portanto passou IA ou IB. O homem pode ser IAIA ou IAIB.
Se ele fosse do sangue AB, desconsiderando outros fatores sanguineos (o rh), ele poderia receber qualquer tipo de sangue (receptor universal) e nao teria reação. Para ter reagido, ele só pode ter sido do sangue IAIA (A homozigotico).
Sangue A só pode receber do próprio A ou do O (doador universal). Para ele ter tido a reação, recebeu sangue B ou AB.
Resposta: Letra B
2 5 2