A recente escalada de violência entre Israel e palestinos parece ser mais um capítulo de uma história bastante longa de violência. Leia atentamente a reportagem reproduzida a seguir que mostra o número de vítimas do conflito:

Entre 8 de julho e 5 de agosto, quando foi decretada uma trégua humanitária de três dias, o conflito já havia matado mais de 1.800 pessoas do lado palestino - a maioria civis. Também morreram 64 soldados e três civis do lado israelense.

As raízes do confronto são antigas. Ao longo dos anos, ambos os lados foram ampliando as demandas para uma paz definitiva, tornando cada vez mais distante um acordo.

Fonte: Disponível em: <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/07/entenda-razoes-de-palestinos-e-israelenses-no-conflito-do-.... Acesso em: 13 ago. 2014.

Se você fosse um observador enviado pelo governo brasileiro para a região do conflito e tivesse como obrigação analisar a violência, como entenderia o número de mortos do lado palestino? Israel usa força desproporcional? Sim ou não, por quê?

1

Respostas

2014-09-04T23:44:39-03:00
Boa noite,

Diretamente é injusto apontar uma colocação. Tudo depende e deve ser pesquisado. 
Aparentemente, mesmo com o atual acordo de paz temporária, é desproporcional o nível da força israelence, ignorando princípios morais e atacando civis de forma covarde, não dando escapatória. 
O problema é que Hamas está localizado em uma área povoada, sendo eles o objetivo das tropas israelenses. As pessoas podem estar sendo usada como escudo humano e só nas primeiras semanas de confronto, faleceram mais de 300 crianças. Isso já é suficiente, ao meu nível cultural, para analizar e julgar desrespeitoso e ofensivo. Afinal, como fazer paz com guerras? 
2 3 2