Tarefa

Foto de perfil do usuário Gabrieli0

URGENTEEE!! 1)De acordo com Dickens, oque se caracteriza a cidade industrial?2) Como, no texto de Dickens, a cidade mimetiza a fábrica e reflete o ritmo da

URGENTEEE!! 1)De acordo com Dickens, oque se caracteriza a cidade industrial?
2) Como, no texto de Dickens, a cidade mimetiza a fábrica e reflete o ritmo da produção fabril?

por Gabrieli0

Tem dúvidas sobre esta tarefa? Pergunte!

Peça mais detalhes ao usuário Gabrieli0

Respostas

Respostas

Foto de perfil do usuário airaazevedo
Airaazevedo respondeu
O período histórico em que Dickens viveu – entre a primeira e a segunda metade do século 19 – foi marcado por alguns fatos relevantes à fundamentação artística e ao alcance pragmático de sua obra, como a Revolução Industrial (incidindo diretamente no ideário social), o processo de urbanização (refletindo-se na configuração das classes sociais) e o desenvolvimento tecnológico (representado pelo conceito de progresso social).

Tendo, portanto, a sociedade como ponto de partida para a reflexão do período, é na esfera social que se verifica os principais desdobramentos das transformações assinaladas, das quais, o surgimento do proletariado urbano como classe social definida foi, segundo Hobsbawn, uma das mais importantes:
vivendo em condições deploráveis, tendo o cortiço como moradia, salários irrisórios com longas jornadas de trabalho, o operariado era facilmente explorado, devido também, à inexistência de leis trabalhistas”. [O desenvolvimento das ferrovias] irá absorver grande parte da mão-de-obra masculina adulta, provocando em escala crescente a utilização de mulheres a e crianças como trabalhadores nas fábricas têxteis e nas minas (Hobsbawn, 2000, p. 49).

É, portanto, tendo esse cenário como plano de fundo que Dickens começa a produzir suas histórias, apresentando um painel de Londres, muitas vezes, grotesco, já que se tratava de situar suas personagens num cenário decadente, caracterizado pela explosão demográfica e pelo êxodo rural, pela exploração do trabalho infantil, pela situação de pobreza extrema e pela violência urbana (lembrando, a título de exemplo, que é por volta dessa época que se torna célebre, nas ruas londrinas, a figura do temido Jack, o Estripador), enfim pelo esgarçamento do tecido social como um todo. Mas mais do que qualquer outro motivo literário, Dickens eternizariam em sua ficção, as condições degradantes a que estavam sujeitos os trabalhadores nas cidades industriais emergentes, como lembra Anthony Burgess, ao afirmar que:

o mundo criado por Dickens é acima de tudo uma Londres de pesadelo com restaurantes baratos, prisões, escritórios de advogados e tavernas escuras, enfumaçadas e frias, mas muito vivas. Os romances de Dickens são todos animados por um sentido de injustiça e do erro pessoal; ele está preocupado com os problemas do crime e da pobreza" (Burgess, 2008, p. 219)
 
Táá tudo aí baby...
  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (7)
  • Avaliar Avaliar: 5, Votos: 1

Comentários

Escreva aqui seu comentário...