Respostas

A melhor resposta!
2013-08-25T23:01:11-03:00
No primeiro século aC, a área da atual Holanda era ocupada por tribos celtas e germânicas, que incluíam os frisões. A maior parte da região foi conquistada por Júlio César, nessa época, quando os romanos buscavam controlar a foz dos rios que deságuam no Mar do Norte. Sob o domínio romano, o comércio na região prosperou. Templos, estradas e outras construções romanas foram edificadas. Por volta de 300 dC, o domínio romano começou a enfraquecer. Os frisões permaneceram no norte. Os saxões ocuparam a região leste. Os francos tomaram o sul e o oeste. No início do século 5, a ocupação romana dos Países Baixos já havia terminado. Por volta de 800, os Países Baixos eram parte do reino de Carlos Magno e seus habitantes foram convertidos ao cristianismo. Em 925, eram parte do Sacro Império Romano. Nos anos seguintes, o feudalismo e a fé cristã dominaram as relações européias. O comércio expandiu-se, as cidades desenvolveram-se e a região passou por muitas disputas políticas e sucessórias, caindo sob o controle dos duques de Borgonha. Em 1524, a Frísia submeteu-se a Carlos V, imperador do Sacro Império Romano, que veio a dominar a Holanda, Flandres e Brabante. Carlos V descendia do ramo espanhol da poderosa Casa dos Habsburgos e também era rei da Espanha, como Carlos I. Em 1555, Carlos V abdicou os tronos da Espanha e dos Países Baixos em favor de seu filho espanhol Felipe II. Descontentes com o regime opressor de Felipe II, os nobres holandeses rebelaram-se e iniciaram uma guerra de separação com a Espanha, em 1568. A Espanha de então era a mais poderosa nação do mundo, mas seus interesses maiores estavam concentrados em seus domínios na América. Em 1579, foi proclamada a República Unida da Holanda, mas os conflitos entre holandeses e espanhóis continuaram até 1648. As invasões holandesas no Brasil eram parte desses conflitos, devido a União Ibérica (1580-1640).Durante o século 17, os holandeses tornaram-se uma potência marítima e comercial, com assentamentos e colônias ao redor do mundo.
1 5 1
2013-08-25T23:12:04-03:00
A História dos Países Baixos teve início no período pré-histórico, tendo o território neerlandês sido habitado desde o Paleolítico. O período histórico tem início com o Império Romano, quando partes ao sul do rio Reno foram incluídas na província Gália Belga, e posteriormente na província Germânia Inferior. Nesta época o país era habitado por várias tribos germânicas, e o sul por celtas, que mesclaram-se aos recém chegados durante a peregrinação dos povos que sucedeu a queda do Império Romano. No período medieval, a região dos Países Baixos (incluindo a Bélgica) consistiam em vários condados, ducados e dioceses pertencentes ao Ducado da Borgonha e ao Sacro Império Romano. No século XVI, foram unificados em um só estado regido pela Casa de Habsburgo. A Contra-Reforma que sucedeu o êxito do calvinismo nos Países Baixos, e os intentos de centralizar o governo e de reprimir a diversidade religiosa, resultaram em uma revolta contra Filipe II de Espanha. A independência foi declarada, em 26 de julho de 1581, e finalmente reconhecida depois da Guerra dos Oitenta Anos (1568-1648). Os anos da guerra também marcaram o início do Século de Ouro dos Países Baixos, um período de grande prosperidade comercial e cultural, que abrigou aproximadamente o século XVII. Em torno de 1600, os Países Baixos eram considerados um país, mas foi somente em 1648 com o Tratado de Münster que os neerlandeses e espanhóis firmaram formalmente a paz. Depois da ocupação francesa no início do século XIX, os Países Baixos passaram a ser uma monarquia, governada pela Casa de Orange. Entretanto, após um período conservador, fortes sentimentos liberais não puderam ser mais ignorados, e o país passou a ser uma democracia parlamentar com uma monarquia constitucional em 1848. Permaneceu assim desde então, com uma breve interrupção durante a ocupação pela Alemanha Nazista.