Respostas

  • Usuário do Brainly
2013-09-04T15:35:28-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Felipe, pela teoria, a equação reduzida de uma circunferência apresenta-se da seguinte forma:

\boxed{(x-a)^{2}+(y-b)^{2} = R^{2}}

As incógnitas "x" e "y" são constantes, ou seja, deixaremos sem valor.
As incógnitas "a" e "b" são as coordenadas do centro. Portanto, essas sim serão constantes, e comparando a equação dada com a fórmula da teoria, poderemos definir o centro.
E "R" é o raio. Para sabermos o raio desta equação, basta tirar raiz do termo independente, já que pela teoria ele foi elevado ao quadrado (ou seja, multiplicado por ele mesmo).

Dada a equação:

(x-4)^{2} + y^{2} = 5

Compare: se na teoria é "(x-a)²" qual o valor de "a" para que fique 4 na equação? Lembrando que o "menos" já é da fórmula, por isso o "x" do centro deve ser positivo.

x do centro (a) = 4

Agora comparando com o "b". Que valor deve ser "b" para restar só o "y"? Se estamos tratando de incógnita, "b" só pode ser zero, já que "(y-b)² => (y-0)² => y²"

y do centro (b) = 0

E o termo independente = 5. Basta tirar a raiz:

R = \sqrt{5}

Portanto ficou assim:

centro \rightarrow C(4;0)
\\\\
raio \rightarrow r = \sqrt{5}

Há um outro método, que descobrimos usamos quadrado perfeito, mas é muito mais complicado.
1 5 1