O mito da caverna, ou , alegoria da caverna é um texto de Platão para explicar a teoria das ideias. Nessa alegoria (fantasia) o filósofo dividiu a realidade em dois mundos: o mundo das ideias e o mundo sensível ( das sensações). Dentro da caverna, no mundo sensível as pessoas são prisioneiras em um mundo de sombras projetadas na parede. Se fossemos resumir a condição o argumento de Platão diríamos que aqueles homens presos, acorrentados e condenados a olharem somente as sombras, viviam:

2

Respostas

2013-09-14T22:29:44-03:00
Aqueles homens presos, acorrentados e condenados a olharem somente as sombras imaginavam, viviam acreditando que aquilo a frente deles era o mundo verdadeiro e real.
2 2 2
2013-09-15T00:06:55-03:00
Queria dizer que aquelas pessoas só viam suas sombras e nao tinham noçao do mundo real, entao viviam presas dentro de uma ideia errada. Isso acontece hoje em dia com as pessoas alienadas na midia.
1 3 1