Respostas

2013-09-17T14:59:30-03:00

sedentarismo é um termo aplicado à transição cultural da colonização nômade para a permanente. Na transição para o sedentarismo, as populações semi-nômades possuíam um acampamento fixo para a parte sedentária do ano. O sedentarismo se tornou possível com novas técnicas agrícolas e pecuárias. O desenvolvimento do sedentarismo aumentou a agregação populacional e levou à formação de vilas, cidades e outras formas de comunidades.

Consequências para a saúde - Uma vida sedentária é caracterizada pela ausência de atividades físicas podendo provocar um processo de regressão funcional, perda de flexibilidade articular além de comprometer o funcionamento de vários órgãos posteriormente distinguindo-se um fenômeno associado à hipotrofia de fibras musculares, além de ser a principal causa do aumento da ocorrência de várias doenças, como a Hipertensão arterialdiabetesobesidade, aumento do colesterol e infarto do miocárdio Podendo também ser coadjuvante direta ou indiretamente na causa de morte súbita.
1 5 1
OBESIDADE é uma doença crônica multifatorial, na qual a reserva natural de gordura aumenta até o ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade. É resultado do balanço energético positivo, ou seja, a ingestão alimentar é superior ao gasto energético.
obr
2013-09-17T15:05:03-03:00
Sedentarismo : O sedentarismo é a falta de atividade física suficiente para alterar a normalidade do corpo, e que também acaba afetando a saúde e atrofiando os músculos. Esta sendo considerado a doença do próximo milênio, pois com a modernidade ela esta acomodando nas pessoas.Assim se as pessoas não praticam nenhuma atividade física consequentemente haverá uma diminuição do seu metabolismo, e ao longo dos anos seu corpo começara a perder músculos e acumular gorduras.Com o avanço da tecnologia, as pessoas estão se acomodando e se esquecendo que a atividade física é essencial para suas vidas, sendo que podem lhe causar doenças verenas como Hipertensão, doenças respiratórias, crônicas e distúrbios cardíacos.