Respostas

2013-09-17T23:56:25-03:00
Bem depende do período, mas generalizando, todos diziam que Deus Mandou isso e Mandou aquilo. A respostas deles eram sempre um poder divino que mandou/fez.
2013-09-18T00:06:20-03:00
O poder, ou melhor, a divindade do rei era verificada pela igreja católica, isso porque o rei atribuía um grande poder a igreja, como contramão.
Explicando um pouco melhor, um Rei sem súditos não passa de uma pessoa normal. E como conseguir servos ? com a ajuda da igreja que tinha imensa influencia no pensamento da sociedade em tal época, rei era uma espécie de representante de Deus na terra, ao olhar dos servos. É possível, nesse contexto, fazer uma analogia com os faraós que eram respeitados por serem os representantes de Deus na terra.
É possível fazer essa abordagem de outra forma, muito parecida com a anterior, que justifica a hereditariedade da coroa, que é a seguinte. Deus escolheu o sucessor e "pessoalmente" o mandou como filho do rei, para que assim ele pudesse controlar seus súditos. Espero que tenha sido claro. :)
1 5 1