Respostas

2013-09-19T18:35:21-03:00
Em agosto de 1961, apenas sete polêmicos meses depois de ter assumido a Presidência da República, Jânio da Silva Quadros, o 22º Presidente do Brasil, renunciou. Quais os motivos que o levaram a tomar medida tão drástica? E quais as consequências da renúncia? Era um plano do próprio Jânio Quadros para conquistar maior apoio dos militares e da população, ou realmente havia “forças terríveis” levantando-se contra o presidente, como escreveu em sua carta-renúncia? O fato é que sentimos as consequências desse dia até hoje, 50 anos depois. O que se seguiu à renúncia foram tempos turbulentos: ascensão de João Goulart ao poder, um presidente com forte apelo popular, mas com grande rejeição entre a classe média por sua inclinação socialista; instauração do parlamentarismo, volta ao presidencialismo; e finalmente o golpe militar de 1964, que enterrou a democracia brasileira por mais de vinte anos.
6 4 6