Respostas

2013-09-25T20:05:16-03:00
Apegada em um nome, minha calça está Que não me pertence desde meu nascimento Um nome ...desconhecido. Blusa grande trás a memoria bebida Que nunca experimentei em minha existência na terra, Na minha Camisa possui sinal de cigarro Que nunca experimentei. As peças de algodão próprias para os pês me relatam de coisas Coisas que não provei Mais que são avisados aos meus membros inferiores. O tênis anuncia cores De algo não comprovado Por esse carregador de experiências antigas. Acessórios básicos e necessários Utensílios de cozinha, Coisas de higiene pessoal, Menciono tudo que pertence. Desde a ponta dos pês a ponta da cabeça, São anúncios, Sinais gráficos, Clamor alto com os olhos, Uso excessivo de poder, repetições dos erros, mandamentos, Pratica frequentes, algo duradouro, manias, Indispensáveis, Me fazem alvo de divulgação móvel, Fazem-me servo da matéria. Mais estou por dentro dos gostos coletivos. E difícil andar conforme esses gostos, mesmo que   Isso me faça fugir do que sou verdadeiramente, Trocar minha identidade por algo exclusivo Todas as marcas registradas Todas design característico da área de vendas. Com ingenuidade dispensada Eu que antes era assim, incapaz, isento da maldade e me sabia Era tão dessemelhante tão eu mesmo De um ser que pensa, que também solitário e sentimental Tendo convivência com pessoas assim cientes do que fazem Condição insuperável do ser humano Agora eu que divulgo Comum e estranho ao mesmo tempo.  E assim por diante