Respostas

  • Usuário do Brainly
2013-03-30T20:43:44-03:00

A questão que temos de resolver, então, é saber o porquê da fundação, pelos gregos daquela época, de uma outra maneira de explicar o mundo. Antes dela, porém, vejamos em quê a Filosofia distancia-se em relação aos mitos, mas também em quê se aproxima. Habituados às cosmogonias dos mitos, que explicavam a origem dos seres a partir da personificação dos elementos e da relação entre eles, os gregos dispunham de ótimo material para explicar seu mundo, tal como a Teogonia de Hesíodo. Note como há uma narração da genealogia dos deuses (théos e gonía) pelo poeta grego:
“Sim bem primeiro nasceu Caos, depois também
Terra de amplo seio, de todos sede irresvalável sempre,
dos imortais que têm a cabeça do Olimpo nevado,
.e Tártaro nevoento no fundo do chão de amplas vias,
e Eros: o mais belo entre Deuses imortais,
solta-membros, dos Deukses todos e dos homens todos
ele doma no peito o espírito e a prudente vontade.”
HESÍODO. Teogonia, 116-122.
Assim, de um modo geral, os mitos narram acontecimentos passados partindo de um estado indeterminado, o Caos, do qual surgem mais seres que se relacionam. Com efeito, os mitos ofereceram um conteúdo enorme de questões que, hoje, chamamos de filosóficas: de onde veio o mundo, para aonde ele vai?

3 2 3
  • Usuário do Brainly
2013-03-31T03:18:58-03:00

Resumidamente, os  gregos explicavam o mundo através de narrativas de mitos e deuses. Não existia uma racionalidade nas explicações para o mundo, a origem do universo era explicado através de mitos, narrativas. Já no período pré socrático a coisa muda de figura, pois o mundo já tem carater racional em sua explicação. Segundo os pré socráticos, ou seja, os filósofos vividos anteriormente a Sócrates, a origem do universo era explicado racionalmente e sistematicamente, portanto, a filosofia ao estudar a natureza, também,  explica a origem dos seres e do mundo, isto é, racionalmente. Blz?

 

6 4 6