Respostas

2013-03-31T15:37:48-03:00

Para Platão e outros de seu tempo, os sofistas não passavam de
charlatães mais preocupados em demonstrar suas desenvolturas
argumentativas e, com isso, conquistar mais jovens seguidores, do que
com a defesa de alguma verdade ou ciência. Platão, no “Sofista”1
, busca desmascarar esses mestres dos simulacros, esclarecendo sua verdadeira
face; mas, embora ocorrendo em primeiro plano, esta não é a questão
mais importante do diálogo: ao fundo, é lançada uma visão revolucionária,
até então, do Ser

2 3 2