Respostas

2013-10-01T17:12:49-03:00
O nosso jovem é um dos principais vitimados pelo contexto contemporâneo, época essa que corta frutuosos diálogos com as fortunas dos tempos idos, como p.ex, nossa sociedade não pertence mais aos homens letrados, aos filósofos, mas sim aos homens cuja linha mestra de suas vidas é a competitividade no mercado, submetendo-se à exames de uma forma de conhecimento que jamais faz-se análoga à luz, à elucidação.Mas donde isso provém? - Após a 3ª Revolução Industrial o trabalho se tornou integrado e polivalente, exigindo base informativa, constituindo assim o capitalismo informacional, contudo, aos estudiosos, transparece nessas novas exigências de preparo no mercado que o conhecimento é filtrado pelos canais informativos e que o próprio meio técnico-cientifico-informacional molda pessoas que são, como disse Engels num fragmento visionário de sua obra, ''nulidades ataviadas'', pois sua capacidade é isolada do Ser e o da humana essência, sendo assim uma forma de ferramentar-se bem as instituições.Mas como isso atinge a juventude? - O saber rompe seu diálogo com a sabedoria, a virtude, com a inteligencia integral (poder reflexivo), com a percepção e com a capacidade avaliativa, feito isto, o jovem torna-se submisso ao sistema e às imposições do meio, o Ser vive à sombra do Parecer enquanto encarcerado, longe de um oásis de sabedoria.
1 5 1