Respostas

2013-10-02T15:31:20-03:00
Conhecimento científico é fáctico: Parte dos factos, respeita-os até certo ponto e sempre retorna a eles. A ciência procura descobrir os factos tais como são, independentemente do seu valor emocional ou comercial: a ciência não poetiza os factos. Em todos os campos, a ciência começa por estabelecer os factos: isto requer curiosidade impessoal, desconfiança pela opinião prevalecente e sensibilidade à novidade. (...)

A investigação científica é especializada: uma consequência da focagem científica dos problemas é a especialização.

O conhecimento científico é claro e preciso: os seus problemas são distintos, os seus resultados são claros.

O conhecimento científico é comunicável: não é inefável, mas expressável; não é privado, mas público.

O conhecimento científico é verificável: deve passar pelo exame da experiência.

A investigação científica é metódica: não é errática, mas planejada.

O conhecimento científico é sistemático: uma ciência não é um agregado de informações desconexas, mas um sistema de ideias ligadas logicamente entre si.

O conhecimento científico é geral: situa os factos singulares em hipóteses gerais, os enunciados particulares em esquemas amplos.

O conhecimento científico é legislador: busca leis (da natureza e da cultura) e aplica-as.

A ciência é explicativa: tenta explicar os factos em termos de leis e as leis em termos de princípios.

O conhecimento científico é preditivo: transcende a massa dos factos de experiência, imaginando como pode ter sido o passado e como poderá ser o futuro.

A ciência é aberta: não reconhece barreiras a priori, que limitem o conhecimento: Se o conhecimento fáctico não é refutável em princípio, então não pertence à ciência, mas a algum outro campo