Respostas

2013-04-01T21:27:43-03:00

De entre os acontecimentos que assumiram especial relevância desde o final da II Grande Guerra até meados da década de 60, a consolidação e expansão do poder soviético devem ser considerados como dos mais relevantes.
Em pouco mais de 70 anos, o bolcheviques russos - nem todos eram russos, como se sabe; alguns de grande nomeada (a começar por Estaline), eram originários de nacionalidades diversas, embora integrados no conjunto - formaram e estruturaram um dos maiores impérios que alguma vez a História registou. A seu tempo, debruçar-nos-emos também sobre o ocaso que subitamente o atingiu.
Ao longo do percurso humano, os Impérios sempre se formaram através da conjunção de três factores considerados fundamentais: mensagens ideológicas ou de índole religiosa, quando não simplesmente esotéricas; hegemonia económica; poderio militar.
Com o império soviético, não foi assim: bastou-lhe a mensagem ideológica de raiz marxista espalhada pela terra inteira, devido às circunstâncias extraordinariamente favoráveis que encontrou: nem agressividade militar, nem poderio económico. Miséria, exploração do homem pelo homem - e fome.
Mas beneficiou, ainda, da ocorrência de duas guerras mundiais separadas por um quarto de século de paz. À primeira (a de 14718) ficou a dever, na sequência do Tratado de Brest-Litovsky, à consolidação do regime a partir da revolução de Outubro de 1917; à segunda, ficou a dever a oportunidade de se expandir sem necessidade de tomar a iniciativa da agressão militar.
Como nenhum outro Império sucedeu assim. A repetição, por Adolf Hitler, do erro histórico de Napoleão Bonaparte cometera 130 anos antes, abriu aos soviéticos o caminho da expansão ideológica e política que nem mesmo José Estaline alguma vez sonhara.
A tese do «comunismo confinado a um só país», oficializada pelo ditador vermelho - contra a solução universalista advogada por Leon Trotsky - acabou por voar m estilhaços, logo após a vitória. Terminara o «bloqueio» à expansão ideológica. O Império obtivera «luz verde» para se espalhar para toda a parte.
E porque combateu e venceu as forças do Eixo, integrado na coligação formada pelas democracias ocidentais, o regime soviético acabou por ser aceite «à mesa da Democracia».

1 2 1